sábado, 11 de maio de 2013

O Sertão vai virar… deserto?


O Sertão vai virar mar? Ao que tudo indica, só no clássico “Sobradinho”, de Sá e Guarabyra. No cenário atual, estudiosos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam que o semiárido tem grandes chances de virar deserto. Oficialmente, já foram identificados quatro núcleos de desertificação no Nordeste, localizados em Pernambuco, Ceará, Piauí e Paraíba. No total, a soma das áreas registra 1.340 km² espalhados por 1.400 cidades – o espaço é equivalente a 16% do território brasileiro.

No final de abril, os especialistas alertaram para a situação da Paraíba, que é o estado mais afetado pela desertificação e pode virar deserto em 100 anos, caso não elabore medidas para reduzir a degradação ambiental que vem sofrendo. Segundo um relatório elaborado pela organização não-governamental Greenpeace, mais de 72% do território paraibano está suscetível ao processo de desertificação, afetando cerca de um milhão de pessoas.

O ambientalista Roberto Almeida afirmou que a Paraíba está em primeiro lugar no Brasil, quando o assunto é desertificação classificada como grave. “Esse processo tem avançado”, destacou ao portal PB Agora. Os municípios mais afetados são: Barra de Santa Rosa, Salgadinho, Frei Martinho, Cuité e Picuí – e o Cariri ocidental.

Apenas 1,42% do território paraibano é juridicamente protegido contra o desmatamento e outras ações que comprometem a existência de espécies vegetais e animais. O percentual corresponde às terras indígenas e às unidades de conservação federal e estaduais que ocupam 82,9 mil hectares.

Você sabia?

O lago de Sobradinho é um dos maiores lagos artificiais do mundo, com 828 km² de área e 32.200 km³ de água. Situado no norte do estado da Bahia, foi construído na década de 1970, mediante o represamento das águas do rio São Francisco, com vistas ao aproveitamento hidroelétrico do rio através da usina de Sobradinho, a maior do estado e uma das maiores usinas hidrelétricas do Brasil.

Em torno do lago, estão os municípios de Casa Nova, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé e Sobradinho, cujas antigas áreas urbanas foram inundadas, em 1974, durante a formação da represa. O impacto ambiental que se produziu, à época, é lembrado nos versos de “Sobradinho”:

Adeus, Remanso, Casa Nova, Sento-Sé.
Adeus, Pilão Arcado, vem o rio te engolir.
Debaixo de água lá se vai a vida inteira.
Por cima da cachoeira o gaiola vai, vai subir.
Vai ter barragem no salto do Sobradinho,
e o povo vai-se embora com medo de se afogar.
O Sertão vai virar mar.
Dá no coração
o medo que algum dia o mar também vire Sertão

Fonte:  EcoD.


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.
Alameda Casimiro de Abreu, 292, Bairro Nova Esperança - centro
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2771-8256 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com  

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

 

Nenhum comentário:

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA E DO CONSELHO FISCAL TRIÊNIO 2022-2025

    EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA E DO CONSELHO FISCAL TRIÊNIO 2022-2025   ...