terça-feira, 11 de setembro de 2012

Outra economia!

Marcelo Barros
Monge beneditino e escritor

Esse é o tema geral da Agenda Latino-americana 2013 que a Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil está lançando em Goiânia esta quinta feira, 13 de setembro. Nessa ocasião, a Universidade Católica de Goiás (PUC) dará o prêmio Doutor Honoris Causa a Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito de São Félix do Araguaia e profeta da Igreja latino-americana e também será prestada uma justa homenagem ao padre Francisco Cavazutti por ocasião dos 25 anos do atentado que o feriu e o deixou cego. A Agenda Latino-americana terá ainda outros lançamentos em várias capitais brasileiras no decorrer desses últimos meses de 2012.

Quando falamos em agenda, pensamos em compromissos a assumir e prazos a cumprir. Em uma vida de tarefas, na qual o relógio é peça fundamental, todos precisamos de uma agenda para anotar o que temos de fazer a cada dia e até a cada hora. Hoje, a maioria das empresas e entidades educativas têm uma agenda anual. Eles a oferecem a seus sócios para que tenham um livro no qual possam anotar seus compromissos.

A Agenda Latino-americana cumpre esse objetivo, mas vai além. Continua fiel ao sentido do termo agenda (as coisas que devem ser realizadas), mas propõe mais. A cada ano, desenvolve um tema no qual comunidades e movimentos latino-americanos são convidados a aprofundar e viver de modo novo. Assim, há 22 anos, a Agenda latino-americana sempre nos presenteia com um tema anual, tratado a partir da visão latino-americana do Ver, Julgar e Agir. Esse tema é detalhado por diferentes irmãos e irmãs da pátria grande e até de outros rincões do mundo. Depois de tratar do Bem Viver indígena, como proposta nova de convivência social para o mundo inteiro – tema de 2012 -, a Agenda Latino-americana de 2013 particulariza as consequências desse critério de organização social ao abordar especificamente o tema da Economia e propor uma "outra economia” como necessidade urgente e possível. 

Como sempre, a introdução da agenda é ocupada por uma carta circular de Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito de São Félix do Araguaia, patriarca e profeta de nossa pátria grande. Com lucidez cada vez mais mordaz e provocadora, ele nos ajuda a compreender a pertinência desse assunto para o caminho da sociedade hoje. A partir daí, as três partes da agenda articulam relatos de experiências de economia solidária e social, uma análise sociológica e teológica sobre a economia e finalmente alguns textos que propõem um novo modo de lidarmos com esse assunto. 

A economia é assunto importante demais para ser tratado apenas por técnicos e burocratas, ou ainda pior, a deixarmos nas mãos de magnatas que têm interesses de corporação a preservar e defender. A economia, administração da sociedade como casa comum, é responsabilidade de todos para que vivamos a paz e a justiça. Lamentavelmente, as religiões nem sempre têm dado a devida atenção à economia. Lidam com isso, nem sempre de forma justa e propositiva. Alguns pastores neopentecostais cuidam da economia de modo interesseiro e como forma de exploração dos pobres, sob ameaça do castigo ou indiferença de Deus para quem não der do pouco que tem para enriquecer pastores e igrejas. A teologia da prosperidade é a falácia desonesta de que Deus teria prometido riqueza ou bem-estar para quem colabora economicamente com o pastor e sua Igreja. É o oposto do evangelho de Jesus e do seu chamado a um despojamento que poucos cristãos e Igrejas vivem de fato. As Igrejas históricas tomam mais cuidado ético, mas, em geral, tratam da economia como assunto moral. Repetem valores como amor e justiça. Olhados apenas como virtudes individuais, eles são absolutamente inócuos diante de uma economia organizada como estrutura social e não como ação voluntária de paroquianos de boa vontade. Por isso, a doutrina social da Igreja não consegue dar uma palavra profética nem propor uma alternativa justa à atual realidade econômica. 

A Agenda Latino-americana 2013 trata da economia a partir de pressupostos mais realistas e sem deixar cair a utopia e a radicalidade de um projeto novo de mundo. Vocês vão gostar de ler e estudar essa agenda. Vão comprovar o que disse Jesus: "Onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração” (Mt 6, 21).

Fonte: adital


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.
Alameda Casimiro de Abreu, 292, Bairro Nova Esperança - centro
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com  

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

 

Nenhum comentário: