quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

TODA SOLIDARIEDADE AOS DESABRIGADOS E DESALOJADOS DA REGIÃO SERRANA



A mídia vem noticiando, de maneira exaustiva, fatos relativos à tragédia que recaiu sobre os municípios vizinhos fluminenses.

Trata-se, como muitos vêm dizendo, de um caso típico de tragédia anunciada. Mas não de uma “fatalidade”, uma vez que o fenômeno é previsível e reincidente.

Desta vez, um grande volume de chuva conjugou-se com outros fatores de caráter nada natural, mas que foram desastrosos.

Primeiro, são regiões de encostas, ecologicamente, deterioradas com suas vegetações nativas devastadas, propiciando os deslizamentos de terra.

Segundo, a construção irregular e mesmo ilegal de casas e outras edificações nessas regiões, sem critérios técnicos e sem licenciamento.

Terceiro, a inexistência de orientação e fiscalização junto à população no sentido de se buscar alternativas de moradia em um país reconhecidamente deficitário de habitação popular, configurando-se em um quadro de múltipla irresponsabilidade administrativa.

Quarto, a falta de um levantamento das condições climáticas e geofísicas das regiões, apontando pontos críticos mais suscetíveis de catástrofes, tanto inundações, quanto deslizamentos, na quase totalidade dos municípios brasileiros.

Quinto, e último, a carência de um sistema de tecnologia avançada de monitoramento e de alarme com prazos suficientes para alertar e afastar as populações para locais mais seguros, como já acontece em alguns poucos lugares.

Vivemos com a idéia do Brasil como um país livre de catástrofes naturais. Se já foi uma realidade, não é mais. Depois de uma tragédia consumada, é que vemos toda uma movimentação do poder público e um enorme aporte de recursos em busca de solução supostamente não paliativa.

O CEPRO - Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras -, neste momento de perplexidade e de dor para centenas de famílias fluminenses, vem se solidarizar e se juntar a essa corrente de fraternidade. E também compartilhar, como tantos outros, com doações para nossos irmãos e irmãs necessitados.

Solidariedade já!

Diretoria do CEPRO

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

Nenhum comentário: