segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Dia Mundial de combate à AIDS




O dia 1º de dezembro foi escolhido como Dia Mundial de combate à AIDS, com o objetivo de conscientizar o mundo sobre a importância dos cuidados preventivos e ações positivas em relação à luta contra essa doença. A data em questão vigora no calendário de milhares países ao redor do mundo desde o final dos anos 1980.

Em última estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o final de 2007, mais de 30 milhões de pessoas conviviam com o vírus do HIV. Segundo os mesmos dados, diariamente, surgem 7.500 novos casos da doença.
Somente no Brasil, até o mesmo ano de 2007, em registros que remontam a 1980, cerca de 470 mil casos tenham sido registrados por orgãos oficiais, entre eles o Ministério da Saúde (MS).
A AIDS (sigla em inglês para Acquired Immune Deficiency Syndrome ou Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é uma doença que se manifesta após a infecção do organismo pelo Vírus da Imunodeficiência Humana, mais conhecido pela sigla em inglês HIV.
Sua transmissão ocorre por meio do contato com sangue, sêmen, secreção vaginal ou leite materno da pessoa infectada. Ressaltamos que o suor, a lágrima, o beijo no rosto ou na boca e o uso comum de sabonetes, toalhas, copos ou talhares, entre outros, não transmitem a doença.
Em 1996, o governo federal passou a distribuir gratuitamente os medicamentos necessários ao tratamento da AIDS, o que promoveu um aumento na sobrevida e uma melhora na qualidade de vida dos pacientes portadores do HIV. Atualmente, cerca de 180 mil pessoas recebem tratamento de AIDS fornecido pelo MS, distribuído gratuitamente na rede pública de saúde.
Embora os sintomas iniciais da doença sejam semelhantes (febre persistente, calafrios, dor de cabeça, dor de garganta, dores musculares, manchas na pele, gânglios ou ínguas embaixo do braço, no pescoço ou na virilha), ela não se manifesta da mesma forma em todas as pessoas. Com a evolução da doença, o sistema imunológico do indivíduo começa a ceder, favorecendo o surgimento de doenças oportunistas, como: tuberculose, pneumonia, alguns tipos de câncer, candidíase e infecções do sistema nervoso (toxoplasmose e meningite, sendo as mais comuns).
O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio de testes, realizados a partir da coleta de uma amostra de sangue. Esses testes podem ser realizados nos laboratórios de saúde pública, em unidades básicas de saúde ou em Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), onde o teste anti-HIV pode ser feito de forma anônima e gratuita. Nesses CTAs, além da coleta e da execução dos testes, há um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, feito de forma cuidadosa, a fim de facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente.
Todos os testes devem ser realizados de acordo com a norma definida pelo MS e com produtos registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA/MS) e por ela controlados.
A prevenção é o melhor remédio contra essa doença:
• Use preservativos. Eles podem ser adquiridos gratuitamente em postos de saúde.
• Não compartilhe agulhas e seringas. Ou melhor, não use drogas.
• Exija materiais descartáveis em clínicas e consultórios médicos e odontológicos.

Uma extensa agenda de eventos foi programada para relembrar esta data tão importante.
• No dia 24 de novembro foi lançado o sítio "Todos Contra a AIDS", totalmente interativo com vídeos exclusivos, com possibilidade de postagens de vídeos e fotos de usuários do sítio. Acesse www.todoscontraopreconceito.com.br.
• No dia 26 de novembro foi o dia do lançamento do Boletim Epidemiológico, na Plenária do Conselho Nacional de Saúde, no Ministério da Saúde, na capital federal, Brasília/DF. A cerimônia foi transmitida ao vivo pela internet, no sítio www.aids.gov.br.
• Neste domingo foi exibido no programa dominical da Rede Globo, Fantástico, o curta-metragem “O Beijo”, filme de um minuto que mostra os bastidores da ação desenvolvida pelo MS, CRT de São Paulo e Secretaria de Saúde de Guarulhos com 1.200 pessoas que vivem e convivem com HIV de São Paulo e com o artista plástico Vik Muniz. A partir de hoje, dia 30, o vídeo estará disponível no youtube e no sítio: www.todoscontraopreconceito.com.br.
• Amanhã, será a vez do lançamento da campanha do Dia Mundial 2009 "Viver com AIDS é possível. Com preconceito não", às 10:00 horas, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), também na capital federal.
• No mesmo dia, à noite, será exibido o filme “Casal”, no intervalo do Jornal Nacional. O vídeo de 30 segundos é protagonizado por um jovem soropositivo.


CEPRO – Um projeto de cidadania, educação e cultura em Rio das Ostras

Avenida das Flores, nº 394 – Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras – RJ
Telefone: (22) 2760-6238 / (22) 9834-7409

Nenhum comentário:

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA E DO CONSELHO FISCAL TRIÊNIO 2022-2025

    EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA E DO CONSELHO FISCAL TRIÊNIO 2022-2025   ...